Beber demais apressa o divórcio, diz pesquisa

Quem abusa do álcool demora mais para se casar. E, depois da união consolidada, se divorcia mais rápido. Essa é a conclusão de um estudo desenvolvido pela Indiana University, nos Estados Unidos, que analisou o consumo de álcool e as relações matrimoniais de mais de cinco mil pessoas.

Segundo o advogado Gustavo Bassini, vice-presidente da Associação Brasileira dos Advogados de Família (Abrafam), o abuso de álcool e de outras drogas é um problema também para os casais brasileiros. “É um dos principais motivos de divórcio no País. E, nos últimos quatro ou cinco anos, percebi um aumento de até 300% em casos desse tipo.”

De acordo com a pesquisa norte-americana, a dependência de álcool entre as mulheres está associada a um risco 23% maior de não se casar até os 30 anos - para os homens, esse índice é de 36%. Quando casados, homens e mulheres alcoolistas têm duas vezes mais risco de se separar. O estudo também constatou uma proporção maior de homens alcoólatras: 23% deles tinham o problema ante 8% das mulheres.

A pesquisadora Mary Waldron, uma das autoras, diz que este é o primeiro projeto relacionado ao assunto que toma para análise uma gama tão variada de idades. No início do recrutamento, em 1980, os voluntários tinham entre 28 e 92 anos. Eles foram acompanhados durante cerca de dez anos. As informações são do Jornal da Tarde.

publicado por adm às 23:05 | link do post | comentar